Arquivo | janeiro, 2013

“A Amazon quer eliminar as livrarias”

9 jan

Sobre André Schiffrin

Em seu currículo consta um longo período como editor-chefe da Pantheon Books, em Nova York, somando 30 anos. André Schiffrin abandonou o cargo para fundar a New Press em 1990, uma editora sem fins lucrativos.

Uma das obras mais conhecidas do escritor é “O negócio dos livros: como as grandes corporações decidem o que você lê”, mas André também é autor de outras obras como  autobiográfica “A Political Education: Coming of Age in Paris and New York” e “Dr. Seuss & Co. Go to War: the World War II Editorial Cartoons of America’s Leading Comic Artists”.

Top 10 dos mitos sobre a escrita

8 jan

1. A escrita deve ter inspiração: A escrita não acontece do nada. Esperar para ter ideias e inspiração não da certo.

2. Sua escrita deve ser meticulosamente delineada: O ato de escrever gera ideias. Esboços e brainstorming são incrivelmente útil, mas não deixe que a falta de um ou outro impeça de iniciar.

3. Começar (apenas) no início: Não é necessário escrever a introdução e início primeiro.

4. Um bom primeiro esboço é um esboço final: Boa escrita vem de boa revisão. Ninguém acerta de primeiro.

5. Escrita simples, e direta são coisas de um mal escritor: Encher de frases em cima de frase para fazer o seu leitor pensar mais ao ler o conteúdo não te  faz  mais profissional. Isso não quer dizer que suas idéias devem ser simples!

6. Apenas escritores ruins procuram ajuda: Escritores de todos os níveis estruturam suas obras com profissionais.

7. Escrever tantas páginas quanto possível: Por favor, não faça isso. Aumentar intencionalmente  o tamanho do seu trabalho leva a escrever pleonasmo e uso de palavras mais do que o necessário. Em vez disso, faça valer cada palavra.

8. Somente escritores profissionais precisam saber como escrever: Quase todos os campos profissionais exigem que você escreva com clareza. Ideias não podem ser comunicadas sem escrever. E se a escrita é clara, a ideia será também.

9. Escrever é fácil: Mesmo grandes romancistas vão admitir que a escrita dá trabalho. Tal como aprender uma nova língua ou resolver equações, a escrita requer prática.

10. “Palavras difíceis” fazem a sua escrita sofisticada: Usando vocabulário forte não é necessariamente uma coisa ruim. Mas escrever em torno de palavras difíceis  sem critério pode ser perturbador, especialmente se você estiver usando-as incorretamente. Escolha verbos fortes e substantivos; fuja dos adjetivos.

As Aventuras de Pi

7 jan

“Triste infâmia! O livro As aventuras de Pi, teve a ideia roubada do livro Max e os Felinos (Max and the Cats nos EUA) do nosso ilustre imortal Moacyr Scliar. Houve um escândalo internacional na época, mas os autores se entenderam graças a indulgência de Scliar, como podem ver abaixo no testemunho do próprio. A gente tem de tomar cuidado, sempre tem um robber a espreita pra roubar sua ideia!”

“Scliar infelizmente já falecido era mesmo um grande escritor. Parece que o autor do livro Yan leu o livro de Scliar, Max e os Felinos, de 81, que tinha basicamente a mesma historia e se inspirou diretamente nela.

O brasileiro ficou sabendo disso e, no entanto, recusou-se a processar o outro, achando que era difícil e trabalhoso demais. Porém, não sei se precavido ou sincero, passou a colocar nas edições posteriores do seu livro uma referencia logo na primeira pagina, dizendo que realmente se inspirou em Scliar (diz que a “centelha de inspiração” deve realmente ao Scliar!). O que cá entre nos deveria ter feito isso antes e mais explícito. Mas continuou dizendo que tinha apenas lido uma resenha e não o livro. Essa controvérsia aconteceu quando  Pi ganhou o importante Premio Booker.”